domingo, 26 de dezembro de 2010

ANO VELHO... ANO NOVO...

Quando os sinais de que alguma coisa está a terminar se tornam mais evidentes, começa em nós a manifestação de algo que o vulgo chamará de saudade, mas a que também poderá dar-se o nome de solidão, nostalgia ou o que possamos fazer uso para tornar presentes aqueles ou aquelas a quem amamos... ou mesmo um lugar, uma coisa, um animal que se hajam entranhado de tal forma no nosso subconsciente que passaram a fazer parte indelével do nosso quotidiano... ao ponto de a sua ausência nos fazer sentir a tal coisa a que chamamos saudade, que por vezes e ainda que pareça incrível, pode mesmo matar!
Quando chegamos ao Natal, logo começamos a fazer a grande interrogação sobre o Velho Ano que está prestes a dar as últimas passadas de regresso ao passado, abrindo as portas de par em par a um Novo Ano que estará mesmo para chegar, cheio de incógnitas, de apreensões herdadas das certezas e incertezas que se tornaram uma constante no Ano que se despede.
2010 não terá sido, de modo algum, o portador de histórias ou acontecimentos que possam considerar-se dignos de nos deixar saudades, seja o ano visto pelo prisma que se queira vêr, já que foi um ano miserabilista para muita gente que se viu sem trabalho, sem pão, sem saúde, sem lar...e até sem vida!
As catástrofes, os acidentes, as incidências de intempéries inclementes que nos assolaram e deixaram na miséria tantas pessoas que tinham o seu sustento e o dos seus naquilo que a terra produz, mais agudizaram o sinistro espectro que havia sido trazido pelo encerramento de empresas, reduzindo de uma forma drástica a capacidade de gerar empregos onde os Portugueses pudessem satisfazer as suas necessidades familiares mais prementes.
Por certo o Novo Ano poderá renovar a nossa Esperança em melhores dias, mas será preciso que todos sejam solidários para levar a bom porto os desejos, sempre renovados, de que o Ano de 2011 seja realmente de mudança, com TRABALHO, SAÚDE, PÃO, AMOR, SOLIDARIEDADE, PARTILHA, BEM ESTAR SOCIAL PARA TODOS.
É AQUILO QUE AUGURAMOS PARA TODOS:
UM BOM ANO!!!
CONTINUAÇÃO DE BOAS FESTAS!!!
JESUS VEIO RENOVAR A ESPERANÇA DO MUNDO!!!
ALEGREM-SE OS CÉUS... REJUBILE A TERRA!!!

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

NATAL... TEMPO DE AMOR E PAZ !...

E É ASSIM QUE DESEJO, A TODOS QUANTOS ME LEIAM, UM NATAL DE PAZ, PLENO DE AMOR E ALEGRIA! CRISTO NASCEU PARA NÓS! ALEGREMOS OS NOSSOS CORAÇÕES! E QUE O ANO NOVO SEJA VENTUROSO E PLENO DE FELICIDADE!

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

ESTAMOS NO NATAL...

ADVENTO DE CRISTO
.
Desde os tempos de menino,
mal chegava o Advento
ficava com o pressentimento
de que era um tempo divino
aquele que se ia viver,
pois passado algum tempo
um Deus Humano iria nascer...
... não um Humano qualquer,
pois será Força, será Alento
e mesmo nascido de Mulher
será o Divino Rebento!
Está destinado a ser
Salvação da humanidade,
grande em Justiça ... Caridade...
o paladino da Verdade,
eterno arauto da Boa Nova
que a nossa Fé põe à prova!
E será sempre no Seu Natal
que viveremos a memória
da mais fantástica história
cuja origem foi o Amor
que a Criança de Belém,
embalada por Sua Mãe
nos quis deixar por penhor!
Paremos para pensar...
...reflectindo por um momento
no Natal que vai chegar...
Jesus, o Menino ternurento
convida-nos sempre a orar
erguendo os olhos para o Pai,
que é Rei do Universo...
rezemos em prosa ou verso
o que no peito nos vai
por tantos que não têm pão,
pelo pobre que estende a mão
procurando a caridade
de quem é pobre, na verdade,
por não socorrer um irmão!
E no Advento de Cristo Infante
brilhem as luzes de cor
a iluminar por um instante
os corações sem Amor...
...e Jesus terá de nascer
pois pelo Homem irá morrer.
Foi assim que se fez a História
desse Cristo nosso Irmão
cuja Morte nos trouxe a glória
que é a eterna Salvação!
.
Victor Elias